Uma MAV q não me impede de viver!!!

LUCIANA KELE DORINI

AVENIDA IGUACU
MANGUEIRINHA
85540-000
4632431354
ludorini@hotmail.com

Notícias

E se você descobrisse que só tem mais seis meses de vida???  O que faria???   Pediria...
Você acredita que é possível ser feliz seguindo apenas 3 passos? Eu também duvidava, mas hoje...

E quando de repente PAI...

12/08/2017 14:57
De repente a notícia, a surpresa: a mais esperada, ou a menos imaginada... a mais feliz, ou a mais...

Capítulo 11

E 2016 iniciou tão bem porque eu carregava comigo uma energia muito especial... uma energia de lembranças extraordinárias... 
 
É, e foi recordando os melhores momentos de 2015 que esse ano deu sua partida... 
 
Recordando, principalmente, o início do blog e tudo que ele me trouxe de bom... a leveza da sinceridade... a tranquilidade de me mostrar como sou... a felicidade de encontrar amigos e poder ajudar alguém... 
 
Ah, e como não poderia lembrar de um dos momentos mais especiais de toda a minha vida... a Palestra no Colégio Castelo Branco em Itapejara D' Oeste... uma cidade que fica 70/80km daqui... lembro como se fosse hoje quando recebi um e-mail da professora Débora Bortolon o qual me dizia que havia me visto num show... e não era qualquer show era no melhor show da minha vida... Show do Roupa Nova... e que havia achado que eu era a pessoa certa para finalizar um projeto que ela estava realizando com seus alunos do 3º ano do ensino médio... A desmistificação da Beleza Hollywoodiana... affffffff,  quase nem sei escrever isso, e na época não tinha ideia do que seria... mas ao entender do que se tratava, aceitei de cara... aceitei primeiro, pra pensar depois... hahaha

Contou-me também que me viu toda sorridente e brincalhona na fila do buffet, eu acho que na hora que ela me viu, eu estava comentando com uma amiga, sobre como algumas pouquíssimas pessoas estavam me olhando, e acabei fazendo uma brincadeira a esse respeito... mas depois a profe me perdeu no show...  

Bem, e como não acredito em coincidências, sei que foi o destino que a fez me reencontrar numa reportagem feita comigo alguns dias depois... aquela da RPC que eu amei fazer... Então pegou meus dados.. o endereço do blog e fez contato...

Como a vida é engraçada... no dia do show o blog estava em fase embrionária... ou nem isso ainda... é, acho que ele nem havia sido concebido... hahaha.. mas ela me viu como pessoa, e achou que eu poderia embarcar nesse projeto tão lindo com eles...

Nesse momento eu já sabia que o objetivo do projeto era mostrar aos jovens que as pessoas não precisam estar dentro dos padrões estipulados pela sociedade e pela mídia para serem bem sucedidas e felizes... mas pensei por muito, muito, muito tempo em como explanar sobre isso...

Eu sempre adorei falar... falo demais até... mas nunca tive um público alvo formado por adolescentes... por jovens... tenho muitos anos de sala de aula, mas trabalhando a respeito da contabilidade e somente com adultos,  e de repente, me apareceu esse problema... problema??? Opaaaaaaaa, desculpa, problema não... o que surgiu foi uma tremenda oportunidade... oportunidade que eu abracei e que não quis mais largar...

Desde o convite que eu era a pessoa mais feliz e mais preocupada do mundo... eu adorei a ideia mas pensava muito em se eu seria capaz de dar a eles o que eles mereciam receber... e foi nesse misto de medo, ansiedade e muita alegria que eu fui parar no Colégio Castelo Branco numa manhã ensolarada...

Com o auxílio de fotos, eu preparei uma apresentação que contava a minha vida desde bebê... e aos poucos eles foram descobrindo que aquela bebê linda... que aquela criança feliz... que aquela adolescente destemida.... que aquela jovem um tanto quanto metida era eu... Euzinha... portadora de uma MAV (malformação arteriovenosa) no rosto... descobriram que aquela menina feliz, era feliz mesmo sendo um pouquinho diferente... e que aquela menina sorridente  transformou-se numa adulta séria, coerente, profissional e de sucesso, porque sucesso pra mim é alcançar a felicidade... 

Ao longo das minhas inúmeras palavras eu notei que mesmo os desatentos, ou melhor aqueles pouquíssimos um pouco desinteressados, começaram a olhar pra mim... a prestar atenção na minha história...  e ao final, quando assistimos ao vídeo que eu havia preparado tendo como fundo a música “Ser diferente é normal” de Lenine... todos tinham um brilho no olhar que me emocionou... 

Todo aquele meu medo inicial, agora foi transposto em pura satisfação... foi mais um daqueles momentos de felicidade plena que eu não queria que acabasse jamais... 

Depois me senti tão boba por ter medo dos jovens... depois que eles me abraçaram... depois que vi lágrimas nos seus olhos... lágrimas de emoção... lágrimas de amor... depois que fizemos um book fotográfico, porque todo  mundo queria fotos, principalmente eu... Depois de tudo isso... eu não poderia sentir mais medo de nada... eu só poderia sentir que essa “palestrinha” era o que brindava o meu trabalho com o blog...

Depois disso eu fui chamada para uma entrevista para a Rádio da Cidade... fui entrevistada por um dos alunos, o Andrio que foi extremamente inteligente, humano e feliz em suas perguntas... pela segunda vez eu estava na Rádio.. a primeira foi na Vicente Palotti, vocês lembram quando a Bibiane me entrevistou e de todo o carinho da equipe comigo??? A primeira vez já foi fantástica e agora por mais uma vez eu precisava falar do meu hemangioma sem que as pessoas o pudessem ver... Não digo que tenha sido uma tarefa fácil, mas em ambas as entrevistas foi uma tarefa prazerosa e super gratificante... :)

Foi tudo incrível, e terminados os trabalhos em Itapejara fomos para Pato Branco, minha mãe que estava comigo e eu...Chegando lá, quando sentamos num restaurante maravilhoso para comemorar aquele feito, ao abrir o facebook eu fui surpreendida pelas frases mais lindas que eu já li na vida... 

Eram muitas mensagens, e uma mais carinhosa que a outra... mensagens que só de lembrar já me fazem chorar... chorar de alegria... chorar de pura emoção... uma delas, representando todas as outras, vou compartilhar com vocês, porque é pública então eu posso.. hahaha

Vejam só, se não é para emocionar: Você é linda e encantadora! Adorei a oportunidade de conhecer um pouquinho da sua historia! Obrigada por fazer-me ver o mundo com outros olhos e obrigada pelas doces palavras também!  Gratidão 

Fiquei horas e horas e horas saboreando cada palavra... e lembrando de cada gesto de carinho...  foi difícil assimilar que a até então contadora/professora/blogueira agora não tinha mais medo dos jovens e que descobria uma nova missão... uma nova e encantadora missão...

Ganhei da profe, um estojo de maquiagem para deixar meus olhos ainda mais lindos e também um livro pra embelezar a minha alma... difícil acreditar mas eu ainda não tinha lido o Pequeno Príncipe, e ela foi a responsável por me levar a essa leitura... Amei a maquiagem.. e amei ainda mais o meu livro... o livro infantil mais adulto que eu já tive notícias...

Tu te tornas, eternamente, responsável por aquilo que cativas”... E como nunca tive medo de responsabilidades, bora cativar .. hahahaha

 Alguns dias depois, surpreendentemente, lá estava eu, mais uma vez com o microfone na mão em frente a dezenas de jovens e adolescentes...

Pois é... como falei antes, como a vida é engraçada, eu que nunca tinha imaginado falar da minha vida, já estava falando dela de novo... eu que tinha medo de jovens, já estava, totalmente vulnerável na frente deles mais uma vez... e o melhor, adorando tudo isso... hahahaha

Uma semana depois da primeira palestra em Itapejara eu estava palestrando, à convite da coordenadora Diana, em Coronel Vivida no Colégio Nova Visão... foi, novamente,  emocionante... o carinho das palavras, dos gestos, tb das flores e dos presentes... eu fiquei encantada com os olhares admirados... com os semblantes ora preocupados, ora transbordando alegria e esperança...

Gente,  como esse mundo dá voltas... eu adorei estar com os alunos do Nova Visão... e adorei também poder voltar em menos de dez dias para Itapejara... 

Vocês não acreditam??? É sério... 

A primeira fala foi com os alunos do terceirão... e a segunda vez, no mesmo dia em que estive em Coronel, foi para os demais alunos daquela escola... Uma plateia enorme... formada por adolescentes sedentos de informações... Foi maravilhoso... e ainda tivemos cobertura da TV Sudoeste...  Nossa, e quando a Karol e o Zumba chegaram eu achei que não controlaria mais a plateia.. foram muitos ohhhhhhhh... Oh, de surpresa boa... :)

Terminada a palestra, fizemos uma pequena entrevista para a TV... os alunos do terceirão, a profe e eu...  e corremos para o abraço.. hahaha

Nesse dia bati meus recordes de “fala”... de “fotos”... e o mais gostoso... de “abraços”...

Como é delicioso sentir um abraço de verdade... aquele abraço forte que quer unir não os corpos mas os corações...

Nesses momentos, pude confirmar que “o essencial é invisível aos olhos”... 

Eu vi muita coisa nesses dias... mas eu senti muito mais... só, que o que a gente vê,  por vezes a gente esquece, mas o que a gente sente, não se esquece jamais...

E melhor que isso, cada vez que a recordação bate à porta o nosso coração atende sorrindo... e sentindo tudo outra vez...

Aiiiiiiiii, acho que foi por conta dessas lembranças que eu fiz um pedido para 2016... que ele fosse lindo e surpreendente como 2015...  e que me trouxesse novas maravilhosas recordações... :) :) :)