Uma MAV q não me impede de viver!!!

LUCIANA KELE DORINI

AVENIDA IGUACU
MANGUEIRINHA
85540-000
4632431354
ludorini@hotmail.com

O verdadeiro tamanho dos "Nossos PROBLEMAS"

13/07/2015 16:43

Como dizem por aí... ninguém conhece o tamanho da dor do outro... 

É assim que acontece com os problemas também... ninguém pode dimensionar o tamanho do problema do outro, justamente, porque o meu problema tem o tamanho que eu der a ele... 

  • Uma espinha no rosto pode ser um problema terrível para uma vaidosa e insegura adolescente, que marcou um encontro com o primeiro namoradinho... mas pode não ser nenhum problema para uma outra adolescente descolada e que se ama acima de tudo... 
  • Amanhecer com olheiras horríveis, pode ser um problema imensurável para uma modelo que está com uma sessão de fotos marcadas para aquele dia, já não é nenhum problema para uma jovem mulher que agradece por mais um dia de vida, enquanto está passando por um tratamento pra leucemia... 
  • Ser traída pelo namorado pode ser o maior problema de uma mulher que achava que sua vida estava toda muito bem escrita, mas pode ser algo, totalmente superável, para outra mulher que cuida sozinha do seu filho especial...
  • Ser humilhado pelo chefe, pode ser inadmissível para um jovem profissional, já é facilmente esquecido, por um pai de família que precisa sustentar os filhos...
  • Não ter uma roupa nova para sair, é um verdadeiro caos para um(a) jovem que adora ostentar, já não é problema nenhum para um(a) jovem que não tem o que comer... 
  • Ter que ouvir os conselhos da mãe, é um problema enorme para aqueles filhos que nunca sentiram sua falta, porém seria uma benção para aqueles filhos que já não têm o prazer da sua companhia...

Os problemas são assim:

Quando se tem sérios problemas financeiros, dificilmente dá-se grande importância a um problema sentimental...

Quando se tem um enorme problema afetivo, até as contas são esquecidas...

Quando se tem um importante problema de saúde, todo o resto vira brincadeira de criança... 

Já quando não se tem nenhum problema de verdade, tudo vira um sério problema... hahaha

É importante entender que mesmo passando por problemas idênticos, as dores são sentidas de forma diferente... É imprescindível que tenhamos a percepção de que a forma de encarar os problemas é totalmente particular... Mas é necessário saber também, que qualquer problema terá o tamanho que eu der a ele... que quanto mais eu me deixar sofrer, mais ele vai crescer... que quanto mais eu me abater, mais ele vai tomar grandes proporções... enquanto que, quanto mais forte e leve eu for, menor ele se tornará... 

Observe seus problemas com serenidade...

Analise suas ações e reações diante deles... 

Avalie se o grau de importância que dá a eles é realmente o devido... 

Vida sem problemas não existe, mas existe vida sem queixas e cheia de superações...  

Pensa nisso!!!